• Andréa Silveira da Silva

Diálogo - a comunicação que conduz o desenvolvimento empático



A comunicação é uma ferramenta que utilizamos diariamente. Pensamos muito sobre formas de nos comunicarmos, de passarmos informações e de nos fazermos entender. Mas, e se nós trocássemos o foco da comunicação do eu para o nós?

É assim que nasce o diálogo: ao colocar o falar no mesmo patamar do escutar, conseguimos promover uma comunicação que se retroalimenta de ideias, de sentimentos e de empatia.


No post de hoje, vamos falar - ou melhor, dialogar - sobre o potencial dessa forma de comunicação e seus efeitos positivos no desenvolvimento de pessoas, empresas e ideias.


Qual a diferença entre dialogar, conversar e falar?

A verdade é que, em nosso dia-a-dia, utilizamos essas palavras como sinônimos: vamos ter um diálogo, uma conversa, ou até o informal “vamos nos falar”, mas geralmente se referem a uma mesma ação, que é a de trocar palavras e conhecimentos com alguém.


O que diferencia esses termos, quando nos aprofundamos em seus significados, é a qualidade dessa troca de palavras. Falar é uma ação direta, que parte de um locutor. Conversar, por sua vez, presume um interlocutor. Já dialogar, além de incluir o outro, é mais utilizado quando falamos de falar e escutar igualmente.


Por que o diálogo é sinônimo de empatia?

Agora que sabemos que ele se caracteriza pela escuta tanto quanto pela fala, podemos entender por que ele é tão associado a uma conversa empática. O principal motivo é que o diálogo descentraliza as opiniões e pontos de vista que moram em uma troca de ideias.


Nessa modalidade, não existe locutor ou interlocutor: todos os participantes de um diálogo são os dois, e, juntos, se conectam, aproximam suas ideias e constroem pontes para que um compreenda o outro.


A tarefa-chave aqui é realmente escutar o próximo. Compreender e levar em consideração aquilo que está sendo dito, realizar o exercício empático de se colocar no lugar do outro antes de interromper, impor ou monopolizar a conversa.


E qual a importância do diálogo?

No mundo em que vivemos hoje, cada vez mais nos tornamos seres individualistas. Pensamos primeiro em nós, no nosso ponto de vista e em nossas experiências. O diálogo nos permite expandir esses horizontes e pensar em vivências cada vez mais coletivas.


No contexto social, o diálogo é o que permite que encontremos as melhores soluções para problemas sociais, políticas públicas, transporte coletivo, arquitetura de espaços coletivos, e tudo isso só pode ser feito de maneira efetiva e que realmente responda às necessidades daqueles que os utilizam se houver diálogo empático para construir ideias!


Já a nível pessoal, é a partir do diálogo que podemos resolver nossos problemas. Muitas vezes uma ideia que não vai para frente é uma falta de escuta: ao abrirmos a cabeça para ideias de outras pessoas, milhões de caminhos aparecem e ideias se multiplicam.


No ensino, o diálogo já vem sendo utilizado como método de aprendizagem a anos. Seja por meio de debates, questionários, perguntas e respostas, os professores são os primeiros a confirmar a eficácia do diálogo para a expansão das ideias. Estimula o raciocínio, a capacidade de resolver problemas e a habilidade social das crianças e jovens, como também ensina muito aos adultos sobre si mesmos.


O diálogo cabe no contexto empresarial?

Mas é claro que sim! Cada vez mais gestores e administradores têm utilizado o diálogo como ferramenta para conectar sua equipe, mas, também, para conhecer melhor o seu público.


É essencial para qualquer empresa conhecer bem o seu consumidor: e não apenas o seu próprio ponto de vista, mas ouvir o que esse cliente tem a dizer e o que isso pode te ensinar sobre suas necessidades e expectativas quanto a sua empresa e seu produto.


Já para outras empresas, essa forma de comunicação aparece “dentro de casa”. Dialogar com os colaboradores de todas as áreas é uma verdadeira fábrica de ideias, que além de promover o desenvolvimento empático da empresa, é uma forma de entender o nível de satisfação e bem-estar das equipes, o que é fundamental para empresa ter bons resultados.


Nós da Quintal, oferecemos serviços que podem ajudar sua empresa a encontrar oportunidades de dialogar internamente e com a sociedade através da empatia, com o objetivo de alcançar pessoas e bons resultados. Entre em contato!